24 maio 2017

NOTA DE REPÚDIO À PRÁTICA DE ACORDOS JUDICIAIS FRAUDULENTOS

NOTA DE REPÚDIO À PRÁTICA DE ACORDOS JUDICIAIS FRAUDULENTOS

Recentes investigações de um possível golpe praticado por escritórios de advocacia, que receberiam dinheiro para realizar acordos fraudulentos e absolutamente contrários aos interesses dos seus clientes, foram amplamente divulgados na mídia. Esta prática, se comprovada, não é exercício da advocacia, mas crime.

No caso em questão, relativo a ações contra a antiga CRT (ex Brasil Telecom e hoje Oi), os advogados estariam recebendo valores da empresa referida para fechar acordos extremamente prejudiciais ao seus clientes. As notícias chegam a mencionar casos em que o cliente recebeu 1,4 mil reais, tendo, no entanto, direito a uma indenização de 270 mil reais. (veja a notícia ao fim).

Frente a esta triste situação, na qual direitos legítimos foram traídos justamente por aqueles que têm o dever de defendê-los, a Arndt&Palmeira sente a necessidade de expressar publicamente o seu absoluto repúdio a essa prática – que repetimos é criminosa, e em nada é similar ao correto exercício do advogar.

Também gostaríamos de aconselhar a todos que sempre utilizem-se da melhor arma contra fraudes desta espécie: a transparência. Um escritório sério, que tem o interesse dos seus clientes como prioridade não tem nada a esconder. Sempre que você cliente pedir informações ao seu procurador e não receber resposta, desconfie; manter o cliente informado é igualmente um dever do advogado.

É com muito orgulho que nosso escritório há vários anos vem trabalhando, sempre fazendo da transparência o seu princípio. Mantendo o cliente atualizado de todos os andamentos do seu processo e sempre lutando por seu interesse. É pena que as condutas corretas e dentro da ética não gerem notícia e que os crimes, por outro lado, “vendam jornais”.

Notícia: http://g1.globo.com/…/mp-apura-esquema-de-advogados-que-ser…